Sobre o sentido das palavras

9 ago

20170809111435

Bastou que uma minha amiga me agradecesse por uma dica de leitura que eu tinha dado para que eu começasse a pensar no sentido das palavras. Tudo porque ao seu “obrigada”, eu respondi: – Como se diz em italiano, “prego”!
Foi exatamente esta expressão, ou melhor, esta simples palavra que me levou a pensar.
Em italiano, quando alguém te agradece, tu respondes “prego”. Prego vem do verbo “pregare”, que significa rezar, orar. Então, lembrei que obrigada se diz “grazie”. Grazie me fez pensar em “graças”, dar as graças, como um dom, uma doação.
Achei tudo isto tão lindo!
Tu me ofereces algo (como, por exemplo, uma dica de leitura). Eu dou graças por isto e tu, em resposta, me ofereces a tua oração.
Já em português, tentar fazer o mesmo tipo de leitura deixa as coisas meio estranhas!
“Obrigada!” Obrigada lembra “obrigação”. Como se aquele não fosse um gesto de gratidão, mas de simples obrigação formal. E a reposta?
“De nada”. Aqui, para mim, bastou acrescentar um acento! “ Dê nada”. Ou seja, não ofereça nada! Decisamente, faz pensar!
Tu me ofereces algo (como uma dica de leitura). Eu digo que o fizestes por obrigação e tu, em resposta, me dizes para não oferecer nada!
Faz sentido? Sei que estou “viajando na maionese”, mas fica a reflexão!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: