Cidade fantasiada/ Città travestita

17 jan

Casale Monferrato, uma certa manha de janeiro. A cidade amanhece fantasiada de branco. Como se quisesse transformar aquele momento em um momento ùnico, de cartao postal. Caminhar pelas ruas, era como estar dentro de um quadro, ser um personagem dos sonhos dos mais nobres pintores. E o sol?? O sol se fantasiou de lua!! Uma linda e brilhante lua cheia!! Talvez quisesse descobrir por que a sua querida irma desperta nos seres humanos tantos variados sentimentos. Talvez ele, grande Rei, na sua sabedoria, tenha, deste modo, adquirido uma sensibilidade ìmpar. Quem sabe. Talvez, deste dia em diante, com os seus raios, além de calor, transmitirà aos homens raios de sensibilidade e emoçao.

Casale Monferrato, una mattina di gennaio. La città si sveglia travestita di bianco. Come se volesse trasformare quel momento in un momento unico, di cartolina postale. Camminare per le strade, era come essere dentro di un dipinto, essere un personaggio dei sogni dei più nobili pittori. E il sole? Il sole si era travestito di luna! Una bella luna piena e luminosa! Forse voleva scoprire perché la sua cara sorella risveglia nell’uomo tanti sentimenti contrastanti. Forse lui, il grande Re, nella sua saggezza, ha così acquisito una sensibilità unica. Chi lo sa. Forse, da questo giorno in poi, con i loro raggi, oltre a calore, trasmetterà agli uomini raggi di sensibilità ed emozione.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: